Comprovando a Reencarnação - João Fernandes da Silva Júnior

As impressões digitais dos espíritos seriam perenes? Caso a resposta seja sim, a Ciência terá em mãos os meios para atestar a realidade da reencarnação.

Comprovando a Reencarnação - João Fernandes da Silva Júnior

No passado não existia a prática das impressões digitais serem coletadas para a produção do registro de identidade, mas temos já esse importante instrumento para a pesquisa, e devemos usá-lo.
Alguns casos de reencarnação que foram estudados apresentaram a intrigante questão: as mesmas impressões digitais de um “morto” estavam presentes nos dedos de outra pessoa. Se a própria Ciência já comprovou que não existem duas impressões digitais idênticas entre as pessoas, como poderíamos explicar esse acontecimento?
Caso seja possível a identificação de um morto reencarnado por meio de suas impressões digitais, teremos um fortíssimo elemento favorável ao Espiritismo. Será que com essas impressões digitais conseguiremos atestar a realidade da palingenesia e romper definitivamente o materialismo científico reinante?
Nas reuniões de ectoplasmia do final do Século XIX e começo do Século XX, muitos moldes em parafina foram feitos de mãos de espíritos materializados, e os dedos possuíam impressões digitais. Comprovando que aquelas marcas prosseguem depois da desencarnação.
Falta agora somente um estudo mais aprofundado sobre esse importante acontecimento. 

Gênero: Ciência Espírita, Espiritismo, Espiritualidade

Formato: ePub/Pdf

Tamanho: 0.5 Mb

Download

! Link quebrado? Deixe um comentário para consertarmos.

Compatilhe nas Redes Sociais: